PILOTOS RALLY

Pilotos com apoio da SHIRO nas temporadas 2019 e 2018

Pilotos no Rally dos Sertões 2018  (com o Modelo MX-917)


Tunico_Capa_2.JPG

TUNICO MACIEL

Natural de Lavras (MG), Tunico Maciel é um dos jovens pilotos da nova geração do Rally Cross Country e do Enduro de Regularidade. Aos 25 anos, o mineiro tem no foco e na determinação as características necessárias de um grande campeão. Sua principal conquista…

Bissinho_Capa_2.JPG

BISSINHO ZAVATTI

Paulista de Monte Alto, Bissinho Zavatti é tetracampeão do Rally dos Sertões e campeão brasileiro de Rally Cross Country, na categoria Brasil. Piloto da Honda Racing, Bissinho é inspiração para todos aqueles que querem iniciar na competição.


Elias Folly.jpeg

ELIAS FOLLY

Deste 1997 no off-road, Elias Folly, 41 anos, já foi Campeão Paranaense e Campeão Brasileiro de Rally Baja, entre outros títulos. Nesta temporada é o atual líder no Campeonato Brasileiro de Rally Baja, na Super Production, e vice-líder Campeonato Norte-Paranaense de Enduro FIM. Paralelamente às competições, há 10 anos é chefe de equipe da Bianchini Rally, mas neste ano, fará parte do time de pilotos da equipe.

Fabrício Bianchini.JPG

FABRÍCIO BIANCHINI

Gaúcho de Porto Alegre, mas radicado em São Paulo há vários anos, Bianchini tem uma trajetória de 24 anos nas motos e já disputou 11 edições do Rally dos Sertões na categoria. Aos 38 anos, Bianchini segue para 15ª participação, desta vez, estreará como piloto na categoria UTVs. Como sempre gostou de novos desafios e velocidade, já competiu por três anos na categoria carros, sendo que em 2016 terminou em sexto na geral (com o navegador Caio Santos), quando pilotou um T-Rex na Protótipos T1. Fundou a própria equipe em 2005, a Bianchini Rally, que por duas edições do Rally dos Sertões foi premiada como melhor equipe. Paralelamente, o piloto compete no Campeonato Brasileiro de Rally Baja e atualmente é líder na categoria.


Dimas Barreira.jpg

Dimas Barreira

Nascido em Campos do Jordão (SP), Barreira reside em Fortaleza (CE). Fez sua primeira trilha aos 12 anos e se apaixonou por duas rodas. São muitos anos praticando Enduro, Motocross e, moto tem um destaque relevante em sua história. Nas pistas também já participou de campeonatos de Motovelocidade no Ceará, quando foi vice-campeão em 2014 na Fast 1000 GP. Mas em 2018 vai encarar mais um desafio e estrear no Rally dos Sertões aos 41 anos.

Andre Cheron.JPG

André Cheron

Paulistano, 43 anos, pratica motociclismo desde 2000 e tenta conciliar esse hobby com sua profissão de publicitário. Segue para a quinta participação no Rally dos Sertões, sendo que competiu nas edições de 2006, 2007, 2009 e 2012, sempre evoluindo nos resultados e, em 2018, espera superar os anteriores.


Zé Hélio.JPG

José Hélio Rodrigues (Zé Hélio)

Pentacampeão do Rally dos Sertões (geral motos 1999, 2003, 2007, 2008 e 2009)

Desde a infância as duas rodas fizeram parte da vida do paulista Zé Hélio. No início da década de 90 começou nas competições. Em 1993 ganhou seu primeiro título, o de Campeão Paulista de Enduro de Velocidade, e daí em diante, o paulista não parou mais e a coleção de troféus só aumentou. São vários títulos estaduais e nacionais ao longo de sua trajetória nas motos. Com cinco títulos no Rally dos Sertões, na geral das motos (1999, 2003, 2007, 2008 e 2009), o piloto parte para sua 23ª participação, aos 39 anos. Nascido em São Paulo, Zé Hélio não compete com a mesma frequência desde 2013, mas está sempre presente no grid do Rally dos Sertões e, atualmente, reside em Trancoso (BA).

Tiago Fantozzi.JPG

Tiago Fantozzi

Campeão Rally dos Sertões (geral motos em 2001)

A paixão pela motocicleta surgiu desde muito cedo, seguindo os passos do pai e irmãos mais velhos, tanto que aos sete anos participou da primeira competição. Aos 19 estreou no Rally dos Sertões e de lá para cá foram 14 edições. Também participou do Rally Dakar. Em 2001, Fantozzi foi Campeão na geral do Rally dos Sertões e, por quatro anos, finalizou entre os três primeiros no grid das motos. Paralelamente, Fantozzi conquistou vários títulos estaduais e nacionais. Em 2015, após quatro anos afastado, retornou à prova e foi o quatro mais rápido na geral das motos. Agora, na edição 2018, aos 40 anos, o paulistano competirá pela categoria Self, na qual o próprio piloto faz a manutenção da moto.


Neto Malassise.jpg

Neto Malassise 

Paranaense de Londrina, 39 anos, sempre foi um apaixonado por motos, desde a infância, mas iniciou nas competições em 1999 e, a partir daí, iniciou sua trajetória no off-road. Atualmente disputa o Campeonato Brasileiro de Rally Baja e é líder na categoria Marathon. Fará sua estreia no Rally dos Sertões, nesta 26ª edição e diz estar realizando um sonho de sua vida.

Andrés Marcondes.JPG

ANDRÉS MARCONDES

Nascido em Santiago, no Chile, Marcondes tem 51 anos e reside há vários anos em São Paulo. Sempre foi aficionado por duas rodas, desde criança. Comprou a primeira moto aos 17 até que fez a primeira competição de Enduro em 1985. Entre os títulos é bicampeão brasileiro e paulista de Rally Cross Country. Segue, agora, para sua oitava participação no Rally dos Sertões.


Luiz Fernando Nutti.JPG

Luiz Fernando Nutti

Paulista nascido em Ipaussu, 49 anos, Nutti iniciou no off-road em 1994, mesmo ano que estreou no Rally dos Sertões. Em 2018, Nutti, mais conhecido como Acoxa no meio, segue para a 10ª participação na competição, mas também trabalhou três anos como apoio em equipes na prova.

Josemar Ferro.JPG

Josemar Ferro

Dos seus 47 anos, 30 estão diretamente ligados à sua paixão por duas rodas. O paranaense começou nas motos desde jovem e, de lá pra cá, participa de alguns campeonatos e provas esporadicamente. Atualmente está competindo o Campeonato de Enduro de Regularidade e se preparando com afinco para sua segunda participação no Rally dos Sertões.